Compra Segura

20 dicas para fazer uma compra segura pela internet

Com os avanços tecnológicos, assim como, o distanciamento social ocasionado pela Covid-19, comprar pela internet não só se tornou um fato, como também, transformou-se um hábito na vida dos brasileiros.

Compras por aplicativos, plataformas digitais, de supermercados, farmácias e redes de varejo ganharam cerca de 47% de aumento, no Brasil só durante o ano de 2020, isto é, a facilidade e as oportunidades de pagamento, bem como, agilidade ao evitar sair de casa conquistou os brasileiros.

No entanto, devido ao avanço de compras online e o crescimento de ataques cibernéticos, ou seja, hackers, nossos dados financeiros e pessoais precisam de ampliação na proteção dessas informações, evitando compartilhar e fornecer informes na internet.

Sendo assim, preparamos 20 dicas práticas para comprar online com segurança, Confira!

1. Atente-se ao CNPJ da loja

Consultar o CNPJ de uma e-commerce é fundamental para garantir a segurança do consumidor, ou seja, sem a emissão do CNPJ nenhuma nota fiscal pode ser emitida, como também, o fornecimento de produtos e contas bancárias para pessoas jurídicas.

Logo, aquele e-commerce não afirmar o Direito Legal de funcionamento afastando a concessão da nota ao consumidor, ainda mais, podendo provocar problemas financeiros ao emitir boletos bancários.

Dito isto, certifique o CNPJ do e-commerce antes de finalizar uma compra online, você pode conferir a legalidade da empresa diretamente no site da Receita Federal, ao digitar o número de identificação localizado na plataforma de varejo, o consumidor confere a situação cadastral da loja.

Assim como, o endereço, telefones para contato e o nome do atual sócio, na ocasião de ilegalidade, o local e as informações para contato podem ser divergentes, dos dados informados no e-commerce, como também, o cadastro pertencer a outra loja.

Isto é, fique atento se as informações são realmente verdadeiras, confira as informações compartilhadas na plataforma e na Receita Federal, no caso de incompatibilidade, evite seguir com as compras.

O Serasa em seu canal “Serasa Experian”, possui uma plataforma de consulta ao CNPJ das empresas, para o consumidor ver a situação na qual ela se encontra. Clique aqui para consultar.

O Procon também disponibiliza uma lista de sites fraudulentos que você pode ver aqui (não está muito atualizada).

2. Prefira cartões virtuais ao físico

cartão virtualCaso, você obtenha um cartão de crédito o virtual, também é oferecido, isto é, um cartão com os mesmos recursos do impresso, com números e código de segurança apropriados para lojas online, nesta ocasião sempre utilize o cartão virtual para e-commerce.

Desta maneira, o consumidor evita salvar dados reais em plataformas digitais, assim como, garante que as informações do cartão não sejam expostas permanentemente na internet, já que, está modalidade de crédito pode ser removido da carteira digital.

Além do mais, em certas Instituições Financeiras, o cartão virtual pode ser gerado com um valor reduzido, atribuída especificamente a uma única compra, ainda mais, a data de validade pode durar apenas durante 1 dia ou meses.

Ou seja, na possibilidade de informações vazadas, a sua linha de crédito se mantém segura por se tratar de uma forma de pagamento com validade reduzida, garantindo a segurança dos seus dados em compras online.

3. Compare preços antes de comprar pela internet

comparar preçosUma das vantagens de comprar online é a oportunidade de aproveitar, promoções e aplicação de cupons inexistentes em lojas físicas, como não somente isso, a facilidade de comparar preços, também, é primordial na hora de finalizar um carrinho.

Hoje, sites como Zoom e Buscapé, que oferecem o serviço de comparação de preços de forma gratuita e tempo real, assim, o consumidor pode realizar uma pesquisa com antecedência e usufruir do menor valor do produto.

Bem como, na hora de comparar os preços, o cliente, ainda mantem acesso a opiniões e funcionalidades do produto, como também confere a disponibilidade, o valor do frete e os cálculos de dias para a entrega.

Tudo isso, do seu computador e smartphone sem precisar pechinchar na rua e comércios com grandes aglomerações.

Outra dica, na hora de comparar preços, é manter-se atento a promoções e semanas com descontos limitados, há redes que oferecem ofertas durante a tarde e fim de semana, bem como, aproveitar a Semana do Consumidor e Black Friday.

4. Fique de olho em sites que oferecem preços abaixo do Mercado

Você já caiu na tentação de admirar aquela plataforma, desconhecida com iPhones a valores “internacionais”, preços surreais não encontrados em nenhuma grande rede de varejo? Fique com a atenção máxima a essas plataformas.

Isto é, produtos de alta qualidade como iPhones, Smart TV e notebooks, geralmente são oferecidos com valores tabelados na rede de varejo, com variações mínimas entre uma loja ou outra, logo, valores com 50%,70%, 80%, abaixo do valor de Mercado, pode ser uma grande furada.

Ocasionando, grande prejuízo ao consumidor, sendo assim, fique de olho nas informações como CNPJ e mantenha a atenção nas informações do Boleto Bancário, em diversos e-commerce que aplicam golpes os dados compartilhados no Boleto, podem ser de pessoa física depositando diretamente na conta do possível golpista.

Ainda mais, verifique a procedência do eletrônico se o fornecedor, está apto para revender aquele produto, se a caixa está lacrada, além de, a mercadoria ser original.

5. Confira o Reclame Aqui!

reclame aquiAtualmente, todos os e-commerce podem estar presente no Reclame Aqui! Plataforma, que auxilia na análise do consumidor, facilitando na transparência da empresa, ou seja, apresenta os dados e a reputação da Loja.

Desta forma, o consumidor pode manter a atenção, sobre dificuldades na entrega, devolução, reclamações não respondidas e a classificação do e-commerce, na página do Reclame aqui normalmente, redes que apresentam baixa pontuação, podem apresentar problemas durante:

  • Entrega;
  • Pagamento não identificado;
  • Produto com Defeito;
  • Dificuldades de contato;
  • Devolução;
  • Página excluída.

Portanto, antes de finalizar uma compra online, confira a reputação da empresa, deste modo, o cliente evita possíveis atrasos e até mesmo, entregas não realizadas, ainda mais, verifica a fonte e informações do e-commerce.

Você pode consultar o e-commerce direto no site Reclame Aqui, ou buscando no Google dessa forma: “Nome da loja + Reclame aqui”.

6. Fique atento nas condições de uso e privacidade do site

Você sabe o que é Condições de uso e privacidade do site? Com certeza, você já reparou e concordou com as condições de uma plataforma na hora da compra, contudo, quais são as regras estabelecidas?

Ao assinar e concorda, sem analisar com antecedência, você pode estar concordando com o armazenamento dos seus dados em um Banco de Dados, ou, assinando uma Newsletter diária no e-mail com propagandas indesejadas.

Logo, ao comprar pela internet, confira detalhadamente as condições da empresa, hoje, conhecemos os perigos das vendas de Dados virtuais, podendo configurar prejuízos complexos ao usuário, como empréstimos indevidos e exposição de informações pessoais.

Deste modo, não aceite o contrato de condições de uso e privacidade em sites desconhecidos ou plataformas, que não ofereçam ferramentas de segurança.

7. Cuidado com prazos de entrega extensos em compras pela internet

Ao informa o CEP, fique de olho em fretes com valores exorbitantes, assim como, em prazos de entrega muito longo, isto é, entrega com 30, 60 dias de prazo, além da, demora para aproveitar o produto, pode ocorrer a falta do objeto em estoque configurando um atraso maior do que o habitual.

Além de, é de conhecimento que golpistas utilizam de prazos longos para ofertar um item, “encomendado” ou, da famosa pirâmide, ou seja, o cliente só recebe o produto após a loja, conseguir um valor superior do objeto ofertado.

Neste caso, diversos clientes podem acabar caindo em golpes, mantendo um prejuízo financeiro, sem a concessão do produto final.

No entanto, há mega varejos, conhecidos entre consumidores online, que oferecem prazos superior a 30 dias de entrega, em razão da alta demanda e logística da empresa, deste modo, somente finalize o carrinho, em loja de confiança.

8. Confira o guia de segurança do lojista

Você sabe reconhecer as ferramentas de segurança de um e-commerce? Uma plataforma de varejo confiável deve, oferecer um sistema de segurança adequado ao consumidor, de acordo, com as Leis de segurança digital do país.

Em outras palavras, no Brasil, um site que apresenta condições de segurança regulamentadas, utilizam de domínios com finais, .com.br ou .com, ainda mais, sempre confira se a URL, é a verdadeira, diversos golpes são aplicados em sites que apresentam o design de gigantes do varejo, com domínios divergentes.

Por exemplo: Página idêntica a Magazine Luiza, mas o domínio está comprasbaratasmagalu.info, golpe aplicado diariamente, oferecendo preços abaixo do valor de Mercado, utilizando do nome de rede popular.

Atente-se também, a e-mails solicitando senhas e atualizações no cadastro, lojistas confiáveis, nunca utilizam do envio de mensagens para a atualizações de informações na plataforma.

Lembre-se ao detectar, e-mails e mensagens com a solicitação de dados ou senhas, entre em contato com o e-commerce, através de Chat ou telefone, um atendente confiável pode garantir se as informações correspondem ao trabalho da empresa.

9. Aproveite plataformas que fornecem ferramentas de contato

Ao comprar produtos caros, dermatológicos e presentes, mantenha a preferência em e-commerce que disponibilizam ferramentas para contato e segurança, ou seja, chat em horário comercial, presença constante em redes sociais e produtos com descrições claras e consistentes.

Preste, também, atenção nos comentários e avaliações de clientes, outra, maneira de conferir se a Loja presta um bom serviço é verificar os comentários nas redes sociais, hoje, praticamente todas as Lojas, garantem a presença no Instagram e Facebook.

Outra dica, na hora de comprar produtos naturais, dermatológicos e para consumo próprio é verificar se o item possui a certificação da ANVISA, todo produto com propriedades medicinais, precisa da autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para circulação em Território Nacional.

Além de tudo, confira sobre a devolução e possíveis reações após, o uso do produto. Para caso, de eletrônicos e Eletrodomésticos, pesquise sobre a garantia fornecida pelo Lojista e a fabricante, ambas documentações, precisam estar disponíveis para download na internet.

10. Fique de olho no prazo de Devolução

De acordo com o Código do Direito do Consumidor:

“Art. 49. O consumidor pode desistir do contrato, no prazo de 7 dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço, sempre que a contratação de fornecimento de produtos e serviços ocorrer fora do estabelecimento comercial, especialmente por telefone ou a domicílio.

Parágrafo único. Se o consumidor exercitar o direito de arrependimento previsto neste artigo, os valores eventualmente pagos, a qualquer título, durante o prazo de reflexão, serão devolvidos, de imediato, monetariamente atualizados.”

Em outras palavras, o consumidor digital, garante o Direito da Devolução no prazo de 7 dias, em razão da desistência e arrependimento do produto, no caso, de vendas pela Internet, Telefone e domicílio.

Ou seja, o consumidor deve exercer o Direito de devolução no ambiente de e-commerce no prazo de 7 dias.

11. Cuidado com conexões públicas ao comprar pela internet

Hoje, diversos ambientes públicos fornecem WIFI gratuito como praças de alimentação em Shoppings, restaurantes e até centros comerciais, no entanto, o que parece ser uma facilidade ao cidadão pode ocasionar, grande prejuízo financeiro.

Á internet, nesses ambientes, utilizam da Rede Pública da conexão, isto é, a segurança contra hackers e malwares são reduzidas, a fim de, disponibilizar uma conexão popular, facilitando a invasão de terceiros no roubo de senhas, acesso a perfis e dados pessoais.

Ainda mais, evite realizar compras e transições financeiras neste tipo, de conexão, sempre dê preferência a finalizar o carrinho, em Smartphones e computadores pessoais, na Rede Doméstica.

12. Mantenha a atenção em plataformas internacionais

Compras online, em sites gringos podem parecer, uma grande vantagem para brasileiros, principalmente pela facilidade de comprar, diretamente do fornecedor como aplicativos Chinês e Lojas estadunidenses, entretanto, o barato pode sair caro.

No Brasil, todos os produtos internacionais, são fiscalizados na Alfândega pela Receita Federal, possibilitando, assim, as chances de receber, taxas sobre os impostos, inclusive de iPhones e videogames.

Como também, a fiscalização pode considerar que suas compras, sejam para revenda em nome de pessoa física, ou seja, atribuindo a devolução ao país de origem do produto, sem o reembolso do valor total da compra.

Nesta situação, sempre confira o sistema de devolução e reembolso do país de origem, do produto, garanta que o seu Direito seja exercido, na ocasião de devolução do objeto.

13. Preste atenção em Lojas no Instagram

Devido, as facilidades de manter um e-commerce, assim como, a alta do desemprego no Brasil, a abertura de MarketPlace no Instagram e Facebook, estão em alta, no entanto, diversas lojas não oferecem um sistema de segurança e confiabilidade ao consumidor, por exemplo:

  • Não oferecem pagamentos em Cartão de Crédito;
  • Não fornecem o CNPJ;
  • Boleto em nome de pessoa física;
  • Dados como endereço, contato e sócios são ocultos;
  • Comentários bloqueados;
  • Feedbacks falsos.

Deste modo, sempre confira se os comentários são de pessoas reais, quem está por trás do perfil, fique de olho na alteração constante do usuário e, no prazo e valor da entrega.

14. Muito cuidado com mensagens de Spam

Senhas e dados pessoais, nunca podem ser solicitadas e compartilhadas, através de mensagens e redes sociais, nenhuma loja séria e confiável, solicita informações do cliente sem a autorização do mesmo, ou seja, evite clicar em Links de atualização, códigos e senhas.

Além de tudo, verifique se o endereço de e-mail e o número de telefone conferem com o e-commerce, você pode verificar o e-mail na própria loja ou contato com o Lojista, já para números de telefone, nunca forneça informações para contatos como: (011) 5555.4444

Ao receber, e-mails e mensagens recorrentes de possíveis golpistas, opte pela alteração de senhas e verificação da conta em duas etapas.

15. Utilize antivírus no seu computador e celular

Proteja, os seus eletrônicos, a partir, do uso de programas de antivírus e VPN, garantir a segurança do seu celular e computador é fundamental para afastar possíveis invasores e Malwares de dados e senhas salvos no Smartphone.

Desta maneira, você sempre ficará em alerta ao acessar plataformas e aplicativos desconhecidos, ainda mais, garante a proteção contra invasores em sites de compra online.

Como também, programas especializados na segurança do usuário, oferecem a verificação diária do dispositivo, além de, auxiliarem na troca de senha, alerta a possíveis invasões e a oferta de um plano de VPN.

Confira!

  • Avast;
  • McAfee;
  • Clean Master;
  • AVG;
  • Norton 360;

Desabilitar Pop-Ups também, podem ser uma forma de proteção principalmente em Smartphones, assim, você evita possíveis invasores e vírus no dispositivo, verifique nas configurações do seu celular, a função.

16. Nunca salve suas informações financeiras em sites de compra online

Guarda os dados do cartão de crédito em plataformas, de compras pode parecer boa ideia de segurança, e agilidade para o consumidor, contudo, a venda de dados e invasores mal intencionados podem invadir a segurança da Loja, sendo assim, compartilhando suas informações financeiras.

Nesta situação, podendo gerar um prejuízo imensurável ao cliente, como contas fakes, empréstimos e cartões de créditos, logo, nunca salve os dados financeiros em e-commerce, sempre opte pelo cartão virtual, e até mesmo o boleto bancário.

17. Tenha atenção no contrato de Garantia Estendida

Eletrônicos e Eletrodomésticos, sempre apresentam a opção de garantia estendida do Lojista, ou seja, um plano mensal ou à vista, que oferece condições de garantia após 12 meses da compra, entretanto, é essencial observar as condições de cobertura, bem como, o valor do plano.

O consumidor, deve levar em conta, o preço total do produto e a garantia oferecida pelo Fabricante, há diversos eletrodomésticos que a marca, já oferece uma cobertura de 5, 15 anos para o produto, contra defeitos de fábrica.

Sendo assim, a garantia estendida pode ser apenas, um adicional ao valor do produto, não oferecendo cobertura a possíveis quedas e defeitos ocasionados pelo mal-uso.

18. Não compre produtos falsificados

Atualmente, na internet, em grandes lojas de varejo ofertas de produtos falsificados, isto é, similar a iPhones e Smartphones da Samsung, o valor é atraente, entretanto a segurança e funcionalidade do produto não pode ser certificada.

Além de, não garantir funcionalidades, idênticas ao produto original, a segurança e confiabilidade do seu funcionamento não são garantidas pelas Instituições a favor do consumidor no Brasil, logo ao comprar, os famosos “xing-ling”, não há nenhuma cobertura e garantia de uso.

19. Atente-se a sites de cupons e compras coletivas

Antes de finalizar uma compra em sites de descontos coletivos, assim como, no momento de inserir um cupom, fique de olho nas condições prescritas pelo fornecedor.

Ou seja, as condições e regras da utilização da ofertar, podem sair mais caro que a compra online, direta do serviço ou produto, no fabricante, isto é, há cupons que precisam do gasto acima de, R$500 reais, para o aproveitamento.

Bem como, compras de serviços coletivo, que só garantem o uso, após uma data especifica ou uma quantidade de vendas determinada para o proveito do consumidor.

Logo, verifique diretamente, na plataforma, da Loja ou Restaurante os valores e disponibilidade, de finalizar um carrinho diretamente.

20. Atenção nas características do produto

Não há nada, mais decepcionante do que aguardar um objeto nos Correios e encontrar, um produto totalmente diferente, do que apresentado no site, seja nas características ou diâmetros do objeto.

Dessa forma, sempre, preste atenção nas caraterística apresentadas, no site, antes de finalizar a compra online.

Fique atento, se a descrição está correta, e quais as condições do produto ofertado, lembre-se de verificar a Voltagem, o diâmetro e o uso de pilha ou tomada, na situação de eletrônicos.

Conclusão

Em resumo, atente-se na segurança da plataforma, antes de finalizar o carrinho em uma compra online, confira as condições e termos do Lojistas, além de tudo, verifique se o domínio corresponde as condições de segurança Nacional.

Ainda mais, não insira informações pessoais em sites desconhecidos, como também, evite clicar em Links e e-mails desconhecidos.

Para mais, fique de olho no Código de Defesa do Consumidor, para usufruir dos benefícios e Direitos garantidos ao cliente.

Luiza Bianchi

Especialista em gestão de negócios e coordenadora de e-commerce há 8 anos, atuando em duas grandes empresas do setor de varejo online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo